sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Fugir de mim mesma... eh exatamente isso que nao da
fingir que tudo anda bem, que brigar nao eh normal
que detalhes nao vao fazer diferencas e nem mostrar quem somos
que desabafar so nos fara mal, que o dia vai amanhecer e tudo
tudo mesmo, vai ser perfeito.
Fugir pra fora de mim, nao prestar antencao em vc
sermos amigos e amantes apenas, fingindo algo amais
fugir do anoitecer, fugir do chorar pra adormecer
fugir do amar pra nao morrer.
De coisas que nem conta mais, das reais que coisas que me satisfazem
fugir do esperar com esperanca, do acreditar com lembrancas
fugir do sou amigo vazio, amigo do frio, amigo do momento

Sair de dentro de mim, nao...nem quero mais ficar aqui
pra que dormir?
parece perfeito demais pra mim, e perfeicao eh sinal de erro
de conclusao mal tomada, de coisas nao desabafadas
de sentimentos conrrompidos e programados para amar.
Fugir de nao ter tesao, nem tensao
fugir do normal com medo do anormal
de ser mais eu e menos voce, de me importar sem ganhar
e me dedicar sem perder
perder a razao, ganhar a inspiracao
trazer de volta o nao coracao, que nao batia aqui dentro
e nao quer voltar a bater.


Monica Lima

Um comentário:

  1. Olá! Quanto tempo! Vim te visitar. Faz tempo que não passa lá no Red Rose. Eu Tb ando meio relapsa com as minhas visitas. É muita correria. Rs.
    Bom, gostaria de te convidar para conhecer o meu novo trabalho.

    montessales.blogspot.com

    Espero que goste!

    Beijos

    ResponderExcluir